You are currently viewing Dia Sem Valentim

Dia Sem Valentim

Apesar do São Valentim dar nome ao dia dos namorados, nem sempre os namoros são “abençoados”  por um parceiro “santinho”. Assim, apesar do dia ser motivo de felicidade para muitos casais, torna-se, por outro lado, uma tortura para quem está solteiro, porque além de se estar sem alguém a publicidade feita ao dia não dá descanso!

Tudo isto poderia servir como um facto sem argumentos para mostrar que não há motivos para celebrar a “solteirice”, mas de facto há, e são vários. É banal ouvir a frase “estou sozinho/a porque ninguém gosta de mim”, o que seria uma razão aparentemente óbvia para estar triste neste dia, contudo é  falsa porque não se escolhe apenas quem nos ama mas quem escolhemos amar.

É uma questão de ter o direito a amar, e não a esmola de ser amado. Já diz o ditado “se não te amares, quem te amará?”. O amor começa por ser capaz de reconhecer as coisas boas que se é enquanto pessoa e, só assim, essas qualidades poderão ser reconhecidas pelos outros, para que possam amar de volta.

A igualdade de direitos não se refere apenas aos direitos civis! Esta é uma questão importante, porque um parceiro deve fazer-te sentir diferente de todas as outras pessoas em pelo menos uma coisa. Pode ser doloroso deixar quem devia ser o primeiro amor, mas em boa verdade todos os amores são sempre um primeiro, porque as paixões nunca se repetem, são sempre um novo e especial começo.

Portanto, estar solteiro é uma opção e não um último recurso! Feliz dia dos solteiros, e dos namorados também!